LIGUE: 11 5084.4251

Dicas para cuidar dos joelhos e mantê-los saudáveis.

2018-03-12

As dores nos joelhos são as mais comuns de todas as dores nas articulações, pois eles suportam durante a vida todo o peso corporal. Por isso é preciso cuidar e fortalecer a região para diminuir os riscos de lesões agudas e a progressão do desgaste articular.

O joelho é uma articulação complexa que necessita ter flexibilidade e estabilidade ao mesmo tempo. Para que mantenha sua função adequada, ele conta com estruturas importantes de estabilização. Entretanto, o joelho pode ser acometido por diversas patologias, sendo elas as torções ou entorses, as contusões, os traumas, o desgaste (artrose) entre outras. Essas lesões podem comprometer todas as estruturas internas do joelho, como ligamentos, cartilagens, tendões, bursas e meniscos. Muitas pessoas, independentemente do sexo ou idade, têm dores frequentes nos joelhos e por isso é importante consultar um especialista antes de iniciar uma prática esportiva.

De acordo com o ortopedista, Dr. Charles Cachoeira – especialista em Cirurgia do Joelho do CECAM, “o exercício físico promove saúde, e pode ser utilizado como arma para o tratamento de diversas patologias do joelho. Todos devem praticar alguma atividade física, dentro dos seus limites de movimento e do conforto das suas articulações”, explica. Ainda segundo Cachoeira, o sedentarismo é o principal responsável pela fraqueza muscular, podendo gerar vários problemas nos joelhos.

O especialista elenca abaixo um passo a passo para manter os joelhos saudáveis e aptos para a prática de exercícios físicos sem risco. Confira:

1- Faça Atividade Física: fazer exercícios regulamente é um dos cuidados mais importantes para todo o corpo. Quando se pratica algum esporte é necessário que todas as estruturas trabalhem de maneira harmoniosa para evitar o surgimento de lesões. Realizar atividades físicas progressivas e, inicialmente, sem impacto até o fortalecimento adequado da musculatura, parece ser a melhor forma de prevenir a sobrecarga articular.

2- Procure sempre a orientação de um treinador: ao iniciar qualquer atividade física é importante ter o acompanhamento de um profissional capacitado. Atividades de impacto, como a corrida, podem não ser indicadas para pessoas que já tiveram traumas nas articulações dos membros inferiores. Esportes aquáticos já são excelentes para esses casos, pois diminuem muito a carga.

3– Escolha o calçado adequado: precisam ser confortáveis e estar em boas condições de uso, mas é muito importante se atentar na escolha do tênis para a prática de qualquer exercício. Os mais indicados são os que possuem salto pequeno, solado macio que seja capaz de absorver impacto. Já calçados muito baixos ou muito altos, podem ocasionar problemas de estabilidade nas articulações. Procure um profissional que possa indicar um calçado ideal para cada tipo de pisada e esporte.

4– Faça aquecimento e alongamento: músculos e articulações não aquecidas sofrem lesões mais facilmente. Estudos comprovam que não basta ter músculos e joelhos fortes, eles precisam estar bem aquecidos e alongados para deixá-los com boa flexibilidade para todos os movimentos que podem ser necessários na pratica esportiva.

5- Respeite seus limites: comece com um treino leve e aumente a carga, impacto e a duração de forma gradual. É necessário ter cuidados na sobrecarga nas articulações. Se durante ou depois de algum exercício, sentir dor intensa ou dor persistente por muito tempo, é importante procurar um médico. Dores nas articulações não devem ser ignoradas.

6– Mantenha seu peso: mantenha-se sempre na faixa de peso ideal, pois estar com alguns quilos a mais, aumenta a sobrecarga, facilitando o aparecimento de lesões nos joelhos. A perda de peso é muito útil para pacientes obesos, pois reduz a dor e melhora a função.